SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

FORMAÇÃO DE EDUCADORES EM ENSINO DE ASTRONOMIA: DETECTANDO MUDANÇAS NA PRÁTICA DOCENTE (TCP17)

Autores: 

Ana Maria Pereira (Polo Astronômico Casimiro Montenegro Filho, Fundação PTI/BR, Foz do Iguaçu), Rodolfo Langhi (Programa de Pós-Graduação em Educação para a Ciência, Departamento de Física, UNESP, campus Bauru)

Palavras-Chave: 

Educação em Astronomia; formação de professores; modelos formativos; mudanças na prática de ensino.

Este estudo realiza uma análise das necessidades formativas de professores participantes de um curso de Astronomia oferecido por um espaço de educação não formal. A Análise de Conteúdo de um conjunto de respostas, textos e atividades desenvolvidas pelos professores da amostra possibilitou um levantamento e uma categorização das dificuldades dos educadores para ensinar Astronomia e de suas concepções sobre possíveis mudanças em sua prática em relação ao ensino deste tema. Os resultados mostram que a maioria dos professores (educação infantil, ensino fundamental e médio) não presenciou conteúdos de Astronomia na estrutura curricular do Ensino Médio e na graduação; apresenta dificuldades e inseguranças no ensino-aprendizagem desta Ciência por falta de informações confiáveis, erros nos livros didáticos e falta de materiais para as aulas práticas; protela a abordagem dos conteúdos, deixando-os para os professores dos anos seguintes. No entanto, alguns professores apresentaram potencial para mudanças em sua prática em relação ao ensino da Astronomia após a experiência vivenciada neste curso. Embora haja limitações nesta ação, pois se trata de uma carga horária pequena, detectamos tomadas de consciência da parte de determinados professores que efetuaram mudanças consistentes na sua prática docente. Identificamos também o potencial existente neste modelo formativo que leva em conta não só uma abordagem conteudista, mas reflexista, humanista e ativista. Assim, em vista dos resultados de nossa pesquisa, entendemos que um espaço não escolar e de divulgação científica pode atuar também enquanto um espaço formal (no sentido da formação continuada de professores), desde que esteja comprometido com os resultados de pesquisa da área, levando em conta as necessidades formativas dos professores e promovendo inovações na sua prática profissional a favor da inserção da Astronomia na Educação Básica.

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software