SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

NOVA PROPOSTA CURRICULAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO: COMEÇANDO PELA ASTRONOMIA (CP3)

Autores: 

Lolita Lutz (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – CAPES), Thamiris Ranquine (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – CAPES), Thalita Ramos (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – CAPES), Frederico Ramos (Colégio Estadual Dom Pedro II, Petrópolis, RJ), Marcos Corrêa da Silva (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – CAPES), Daniel Neves Micha (Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca Campus Petrópolis, Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) – CAPES)

Palavras-chave: 

Currículo Mínimo; Astronomia no Ensino Médio; Sistema Sol-Terra-Lua; Experimento de baixo custo

O novo currículo mínimo de física do Estado do Rio de Janeiro traz na cosmologia e na astronomia a introdução de sua abordagem sobre o universo físico. Entender o universo físico do macro para o micro, a nova proposta para os três anos do ensino médio, pode trazer muitas vantagens para o educando, pois o integra com os fenômenos naturais de seu cotidiano e o ajuda a entender a tecnologia dos dias atuais. Esse trabalho tem por objetivo refletir sobre episódios de ensino de astronomia que corroboram a proposta do novo currículo mínimo do estado do Rio de Janeiro, quando realizada na realidade específica de uma turma de primeiro ano do ensino médio. A proposta curricular em questão traz uma abordagem da física para primeiro ano do Ensino Médio que inicia pela astronomia, enfatizando competências e habilidades que permitam compreender desde conceitos da mecânica newtoniana até elementos de física moderna. Diante desse cenário uma equipe composta pelo professor da disciplina física no ensino médio, e alguns alunos de licenciatura, todos integrantes do PIBID do CEFET/RJ Campus de Petrópolis sob a orientação de professores atuantes nessa mesma licenciatura, compuseram um grupo para trabalhar em estratégias de ensino de astronomia e pesquisar a realidade em questão. Esse grupo construiu propostas colaborativas, visando à compreensão dos fenômenos astronômicos por meio da leitura de textos, observação e construção de modelos, tais como o modelo do sistema Sol – Terra - Lua, apresentação de simulações. Para enriquecer a reflexão e compreensão sobre todo o processo foi realizada ,ainda, a aplicação de questionários. Nessas atividades, buscamos contribuir para que os alunos pudessem compartilhar seus saberes sobre o mundo, interagindo entre si, com o professor e com o conteúdo, desenvolvendo assim, as competências e habilidades propostas no currículo mínimo, privilegiando a Ciência como uma construção humana.
 

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2012_TCP3.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software