SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

O ENSINO DA ASTRONOMIA NO ENSINO MÉDIO BRASILEIRO SOB DIFERENTES ABORDAGENS METODOLÓGICAS (CP 68)

Autores: 

Marcos Rincon Voelzke (Universidade Cruzeiro do Sul) e Evonir Albrecht (Universidade Cruzeiro do Sul)

Palavras-chave: 

Ensino de Astronomia, Aprendizagem Significativa

 O presente trabalho, sobre a intervenção de metodologias de ensino, foi desenvolvido na Escola Estadual Colônia dos Pescadores, na cidade de Caraguatatuba - SP, em três turmas do terceiro ano do Ensino Médio, perfazendo um total de 119 educandos, entre 16 e 19 anos. Antes de iniciar-se a intervenção, um questionário de vinte perguntas objetivas e dissertativas foi desenvolvido, aplicado pelo professor da classe, que ministrou as aulas correspondentes. Este questionário foi o mesmo em todas as três classes com o objetivo de diagnosticar o conhecimento prévio dos alunos sobre Astronomia. Começando a intervenção nas turmas, o professor envolvido usou três diferentes metodologias de ensino: (A) em forma de seminários, elaborados e apresentados pelos alunos, nos quais o professor fazia apenas as intervenções necessárias, (B) na forma tradicional, com a ajuda de multimídia para o desenvolvimento das aulas e a terceira (C) a tradicional, fazendo uso exclusivo de lousa e giz. No final do trabalho os alunos responderam o mesmo questionário novamente, de modo que os três métodos utilizados puderam ser comparados. Os resultados apresentados após a intervenção foram melhores que os resultados iniciais indicando a ocorrência de uma aprendizagem significativa. Quando os estudantes foram inicialmente questionados sobre quantos planetas existem no nosso sistema solar, a classe A obteve 39% de respostas certas, a classe B 48% e a classe C 46%, mas após o desenvolvimento das atividades, as classes obtiveram respectivamente 94%, 97 % e 90% de aproveitamento. No término do bimestre, foi sugerido aos educandos que elaborassem uma história em quadrinhos, a qual serviu para averiguar se os conceitos inicialmente observados foram alterados e se novos foram agregados. A análise das histórias foi dividida em três partes: Criatividade; Temas abordados; Emprego correto dos conceitos estudados. Ao final quatorze histórias foram confeccionadas. O aprendizado foi tão significativo que os alunos produziram histórias em quadrinhos, com informações muito ricas. Outro dado muito importante é que, apesar da Astronomia ser um tema amplamente recomendado, não é ensinado nem em escolas de ensino fundamental nem no ensino médio.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCP68.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software