SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

EDUCAÇÃO INFORMAL EM ASTRONOMIA NA RECÉM-CRIADA UNIVERSIDADE FEDERAL DO PAMPA (CP40)

Autores: 

Guilherme F. Marranghello, (Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas/Universidade Federal do Pampa) e Daniela Borges Pavani, (Departamento de Astronomia/IF – UFRGS)

Palavras-chave: 

astronomia, ensino informal, extensão

Descrevemos os esforços para levar astronomia à recém-criada Unipampa, no extremo sul do Brasil, através do projeto "Astronomia para Todos" que incluiu a introdução de disciplinas de astronomia em cursos de graduação e pós-graduação; palestras proferidas para alunos de graduação e ensino médio; exposição de imagens astronômicas; observações usando um telescópio. Onze estudantes, dos  cursos de Licenciatura em Física e Engenharias, participaram como bolsistas. Durante o ano de 2009 foi dedicada atenção especial à formação destes, pois no o ano de 2010 os mesmos deveriam produzir materiais, proferir  palestras e realizar atendimento ao público. Para avaliar a contribuição na formação dos bolsistas aplicamos os testes: i) Tópicos avançados em astronomia e, ii) Teste Diagnóstico de Conhecimentos em Astronomia  (ADTv2.0). Cinco dos onze bolsistas participaram do projeto desde o início, para estes o teste (i) foi apresentado no início de 2009 e ao final de 2010. Além de analisarmos individualmente a evolução do conhecimento verificamos a evolução do desempenho de uma forma mais geral. Ao analisarmos as notas alcançadas no pré e pós testes (valor máximo 90 pontos) verificamos que os bolsistas (identificados por letras) demonstraram evolução no conhecimento: 3 e 54 (C), 15 e 47 (D), 44 e 58 (E), 62 e 66 (G), 26 e 58 (I). O resultado do ADT dos onze bolsistas foi comparado com aquele obtido por nove alunos de uma disciplina de fundamentos de astronomia de uma universidade brasileira. No geral, os grupos obtiveram desempenho semelhante. Entretanto, os bolsistas do projeto se destacaram em questões baseadas em conhecimentos observacionais, já os estudantes da disciplina se destacaram em questões baseadas em cálculos matemáticos. Considerando o exposto, apontamos para a viabilidade da utilização de um projeto de extensão, a exemplo do por nós desenvolvido, como complemento à educação formal desenvolvida tradicionalmente através de disciplinas da matriz curricular.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCP40.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software