SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

A ASTRONOMIA COMO INSTRUMENTO CONTEXTUALIZADOR DE CONCEITOS MATEMÁTICOS NO ENSINO MÉDIO (CP4)

Autores: 

Francele R. O. Silva (Universidade do Vale dos Paraíba – UNIVAP) e Francisco C. R. Fernandes (Faculdade de Educação e Artes – FEA)

Palavras-chave: 

Ensino de Astronomia

A Astronomia sempre fascinou o ser humano, desde os primórdios das civilizações, e entender este fascinante universo que nos cerca sempre foi um grande desafio, em particular para as crianças e adolescentes. Este tema, que desperta tanto interesse em sala de aula, pode contribuir na abordagem de muitos conteúdos, em particular, diversos conteúdos matemáticos, que podem ser explorados de forma contextualizada na busca de uma aprendizagem mais significativa. Há uma forte relação entre Matemática e Astronomia. No entanto, tal relação não parece ser muito explorada no ambiente escolar, seja no Ensino Fundamental (de forma mais qualitativa e lúdica) ou no Ensino Médio (de forma mais quantitativa), possivelmente por falta de material adequado ou até mesmo por falta de capacitação ou motivação do professor. A contextualização, que segundo o Dicionário Interativo da Educação Brasileira é “o ato de vincular o conhecimento à sua origem e à sua aplicação”, vem sendo amplamente divulgada pelo Ministério da Educação e Cultura (MEC) como princípio curricular central dos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) capaz de produzir uma revolução no ensino. Neste sentido, visando contribuir para um suporte ao ensino formal da Matemática no Ensino Médio e tendo como base a contextualização, é apresentada e discutida uma proposta de utilização das oficinas de Astronomia do projeto PIBID - Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência em execução na Universidade do Vale doa Paraíba – UNIVAP, como instrumento para fortalecer o ensino de certos conteúdos matemáticos. A proposta consiste na elaboração de um material de apoio didático-pedagógico para identificar e explorar a aplicação de conteúdos matemáticos específicos, abordados em sala de aula, presentes nas oficinas de Astronomia, com o objetivo de fortalecer sua aprendizagem. Durante as oficinas, diversos conceitos matemáticos são trabalhados em um contexto de fenômenos astronômicos. Por exemplo, em uma das oficinas os alunos constroem um Sistema Solar em a escala. Para tanto, devem trabalhar com números grandes, aplicar regras de três para o escalonamento das dimensões dos astros e calcular o volume de uma esfera. Então, conceitos matemáticos como notação cientifica, propriedades da potenciação, cálculo de volume e regra de três, são destacados e trabalhados com os alunos. Para cada uma das oficinas, os conceitos matemáticos presentes são abordados, de forma que o aluno possa destacar sua aplicação. Até o momento, já foram realizadas 4 oficinas práticas, com cerca de 80 alunos do 2º. ano do Ensino Médio das Escolas Estaduais participantes Dr. Pedro Mascarenhas e Prof. Pedro Mazza, localizadas no município de São José dos Campos, SP. Pretende-se com este trabalho a sistematização destas atividades práticas na forma de um material de estudo e/ou apoio didátioco-pedagógico para possível aplicação em sala de aula, contendo, para cada oficina: contexto astronômico, objetivo, conteúdos matemáticos, material utilizado, procedimento de execução e proposta de aplicação em sala de aula. Este material de apoio para as oficinas realizadas e os conteúdos matemáticos explorados em cada uma delas será apresentado. Tal proposta é parte integrante de um Trabalho de Conclusão de Curso de Licenciatura em Matemática, em andamento.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCP4.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software