SOCIEDADE ASTRONÔMICA BRASILEIRA

PROPOSTA DE UMA AULA INTERDISCIPLINAR DE QUÍMICA E ASTRONOMIA: ESPECTROSCOPIA (CP14)

Autores: 

Patricia Ferreira Salcides (Universidade do Estado do Rio de Janeiro) e Leonardo de Almeida Prata (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro/Campus Nilópolis/Programa de Pós-Graduação Stricto Sensu em Ensino de Ciências)

Palavras-chave: 

Ensino de Astronomia

Com o objetivo de despertar o interesse dos alunos pela astronomia, o presente trabalho elabora uma proposta de aula, tendo a espectroscopia como fator motivador, interdisciplinar de química para o ensino médio com as aplicações voltadas para a astronomia. Os estudos dos espectros atômicos em química constituem a base da astronomia moderna no sentido de identificar os elementos químicos presentes nos corpos celestes. Sabendo que muitos currículos do ensino médio ainda não consideram tal relação entre os saberes, surge a idéia de se salientar tais relações e similaridades numa clássica aula de espectros atômicos em laboratórios de química, aproveitando os espectrômetros. Para tal é abordado o uso de experimentação e demonstração de fenômenos no laboratório de química para contemplar as noções de astronomia, relacionando diretamente as observações do experimento com a prática da astronomia moderna.

A proposta do trabalho está de acordo com o PCN+, onde se afirma que: Na elaboração do programa de ensino (...) está se levando em conta o fato de que elas (as disciplinas de ciências) incorporam e compartilham, de forma explícita e integrada, conteúdos de disciplinas afins, como Astronomia e Geologia. Sendo assim, o documento apresenta como um dos temas estruturadores de química: Modelos quânticos e propriedades químicas, onde uma de suas unidades temáticas é: Radiações e modelos quânticos de átomo. Que possui como objetivos: Associar a luz emitida por gases de substâncias aquecidas (espectro descontínuo) com transições entre seus níveis quânticos de energia; e Conhecer os modelos atômicos quânticos propostos para explicar a constituição e propriedades da matéria.

Objetivos tais que podem ser facilmente alcançados com a proposta de integrar um experimento de química com as aplicações na astronomia. Destarte, o presente trabalho constitui-se de contextualizar uma aula clássica experimental de química de título: Espectro de emissão dos metais, cujo roteiro apresenta o seguinte objetivo: Determinar os espectros de emissão dos metais através da coloração da chama do bico de Busen.

O roteiro e os procedimentos são descritos ao longo da proposta. Em seguida a prática experimental, é proposto que o professor desenvolva e contextualize a observação do espectro solar como uma das aplicações diretas na astronomia, e através ainda da espectroscopia estrelar, que estuda as composições químicas estrelares. Pode também, apresentar a classificação espectral de Harvard, que se baseia na intensidade de várias linhas de absorção, especialmente as linhas da série de Balmer do átomo de hidrogênio. Assim, diferenciando as estrelas quentes e frias. Sugere-se também que o professor repasse alguns fatos históricos sobre a espectroscopia. Assim, é esperado que a modernidade seja acompanhada desde já nas aulas do ensino médio, partindo dos conceitos básicos até as suas aplicações na ciência moderna, mesmo que forma simplificada, inserindo o cidadão na sociedade da tecnologia com propriedades de entender o seu entorno.

Arquivo do Trabalho: 

application/pdf iconSNEA2011_TCP14.pdf

CONTATO

Sociedade Astronômica Brasileira
Rua do Matão, 1226 - Cidade Universitária - USP
CEP 05508-900 - São Paulo - SP
Tel: (11) 98154-8772 - e-mail: secret@sab-astro.org.br/ sab.secretaria.email2@gmail.com
Horário de atendimento: Terça e Quinta-feira das 09h00 às 12h00 e das 12h30 às 15h00
Powered by Wild Apricot Membership Software